Pontuação Exercícios Resolvidos


1) CESPE - 2012 - Câmara dos Deputados

Imagem 008.jpg 

O emprego de vírgula logo após “Adorno” (L.19) é facultativo e justificado, no texto, pela intenção da autora de enfatizar a menção desse filósofo.

Certo      Errado 






2) CESPE - 2012 - Câmara dos Deputados

Imagem 010.jpg


Na linha 4, o sinal de dois-pontos poderia ser substituído por pois, precedido de vírgula, sem que houvesse prejuízo à coerência do texto.

Certo      Errado 


3) CESPE - 2012 - TCE-ES

<O Brasil é signatário de pelo menos quatro convenções internacionais que tratam do combate à corrupção.>

A inserção de vírgula imediatamente após a palavra “internacionais” manteria a correção gramatical e o sentido original do texto e ainda conferiria ênfase à ideia expressa na oração subsequente, ou seja, ao fato de as convenções internacionais versarem sobre o combate à corrupção.

Certo      Errado 




4) CESPE - 2012 - ANAC

Imagem 001.jpg


A supressão da vírgula logo depois de “América” (L.15) preservaria a correção gramatical e o sentido original do texto.

Certo      Errado 






5) CESPE - 2012 - ANAC

Imagem 001.jpg


Na linha 1, feitas as necessárias adaptações, a expressão “Três séculos depois do descobrimento” poderia ser deslocada para logo depois do nome “Brasil”, sem que houvesse prejuízo à correção gramatical do período. Nesse caso, a referida expressão deveria ser isolada por vírgulas.

Certo      Errado 





6) CESPE - 2012 - ANAC

Imagem 001.jpg


Sem que houvesse prejuízo para a correção gramatical, os dois períodos que iniciam o segundo parágrafo poderiam ser ligados pelo sinal de dois-pontos, da seguinte forma: (...) começaram a mudar: a vinda da Corte (...).

Certo      Errado 





7) CESPE - 2012 - TCU

A Constituição de 1891, a primeira republicana, ainda por influência de Rui Barbosa, institucionalizou definitivamente o Tribunal de Contas de União, inscrevendo-o em seu art. 89.

O segmento “a primeira republicana” está entre vírgulas por ser um vocativo. 

Certo      Errado 





8) CESPE - 2012 - TCU

A Constituição de 1891, a primeira republicana, ainda por influência de Rui Barbosa, institucionalizou definitivamente o Tribunal de Contas de União, inscrevendo-o em seu art. 89.

O emprego de vírgula após “União” justifica-se porque a oração subsequente é reduzida de gerúndio.

Certo      Errado 





9) CESPE - 2012 - ANATEL

Imagem 001.jpg

Feitas as necessárias adaptações na grafia das palavras, o adjunto adverbial “em 1998” (L.2) poderia ser deslocado, seguido da vírgula, para o início do parágrafo, sem que o sentido original e a correção gramatical do texto fossem prejudicados.

Certo      Errado 




10) CESPE - 2012 - PC-AL

Imagem 002.jpg

A retirada das vírgulas que isolam a oração “que nascemos no século XX” (L.24) prejudicaria a correção gramatical do texto.

Certo      Errado 





11) CESPE - 2012 - IBAMA 

O consumo não gera apenas os impactos ambientais decorrentes da necessidade crescente de energia e do próprio processo industrial, mas é causa de outro grave problema: o esgotamento dos recursos naturais não renováveis, isto é, daqueles que, uma vez consumidos, não podem ser novamente repostos, como, por exemplo, o petróleo e os minérios em geral. 

Não acarretaria prejuízo para a correção gramatical do texto a inserção de vírgula imediatamente após a forma verbal “gera”, na linha 15, tendo o sinal de pontuação, nesse caso, a função de realçar o advérbio “apenas”.

Certo      Errado




12) CESPE - 2011 - CBM-DF

Nem pepino nem espinafre. A bactéria que pôs a Europa em estado de emergência médica, tendo atingido catorze países do continente, além dos Estados Unidos da América e Canadá, disseminou-se a partir de um cultivo orgânico de brotos e feijão. 

A oração “que pôs a Europa em estado de emergência médica” (L.1-2) tem caráter explicativo e, por isso, poderia ser empregada entre vírgulas, mantendo-se a correção gramatical e o sentido original do texto.

Certo      Errado 





13) CESPE - 2012 - TRE-RJ

Imagem 002.jpg

 
O emprego de sinal de ponto e vírgula nas linhas 13 e 14 justifica-se para isolar segmentos de uma enumeração que contêm vírgulas.

Certo      Errado





14) CESPE - 2012 - Banco da Amazônia

Imagem 001.jpg


Prejudica-se a correção gramatical e alteram-se as informações originais do texto ao se substituir por dois-pontos o ponto imediatamente após “subir” (L.14) e eliminar o termo “disse” (L.17) e a vírgula que o antecede.

Certo      Errado 




15) CESPE - 2012 - Banco da Amazônia 

Entre os esforços empreendidos para ampliar e melhorar o acesso da população aos serviços bancários, o presidente do Banco Central do Brasil (BACEN) ressaltou que a autoridade monetária prioriza três linhas de ação para aperfeiçoar a inclusão financeira: a identificação da demanda por serviços financeiros, o aprimoramento de marco regulatório e a promoção da educação financeira com transparência.

A vírgula logo após “financeiros” (L.6) justifica-se porque isola elementos de mesma função sintática componentes de uma enumeração de itens.

Certo      Errado




16) CESPE - 2012 - Banco da Amazônia

Imagem 002.jpg


A vírgula empregada logo após “6,4 mil” (L.21) justifica-se porque a oração subsequente tem sujeito próprio e diferente daquele da oração anterior.

Certo      Errado



17) CESPE - 2012 - MP

Imagem 003.jpg


O emprego dos travessões, nas linhas 13 e 14, é suficiente para marcar a inserção de trecho de caráter explicativo, razão por que a vírgula depois do segundo travessão é de uso opcional e sua omissão não prejudicaria a correção do texto.

Certo      Errado 







18) CESPE - 2011 - PC-ES

Imagem 003.jpg


Em relação às ideias e a aspectos gramaticais do texto acima, julgue
os itens a seguir.

Em ‘um maneirista da própria sombra’ (L.5) e ‘chegou lá’ (L.11), as aspas são empregadas com a função de realçar ironicamente as expressões.

Certo      Errado 






19) CESPE - 2012 - STJ

Imagem 001.jpg

 Com relação às ideias e aos aspectos linguísticos do trecho acima, julgue os itens a seguir.

O ponto final empregado logo após “imprensa” poderia ser corretamente substituído por reticências.

Certo      Errado 






20) CESPE - 2012 - STJ

Imagem 001.jpg


Com relação às estruturas linguísticas e à pontuação do texto, julgue os itens que se seguem.

Na linha 23, o ponto final após “rolos” poderia ser substituído por ponto e vírgula, desde que o termo “Quantas” fosse grafado com minúscula: quantas.

Certo      Errado 






21) CESPE - 2012 - TC-DF

Imagem 001.jpg 


Justifica-se o emprego da vírgula logo após “mas” (L.18) para enfatizar o sentido de contraste introduzido por essa conjunção, razão por que a supressão desse sinal de pontuação não acarretaria prejuízo gramatical ao texto.

Certo      Errado 





22) CESPE - 2008 - TST

Imagem 001.jpg



No segundo parágrafo do texto, os dois travessões demarcam a inserção de uma informação que define o que é “Per Capita” (L.6-7).

Certo      Errado




23) CESPE - 2008 - TST

Imagem 003.jpg

A respeito das estruturas lingüísticas do texto acima e dos
sentidos por ele produzidos, julgue os itens seguintes.

Por constituir uma expressão adverbial deslocada para depois do sujeito, seria correto que a expressão “cada vez mais” (L.1) estivesse, no texto, escrita entre vírgulas.

Certo      Errado




24) CESPE - 2011 - AL-ES

Imagem 001.jpg

Quanto ao emprego dos sinais de pontuação no texto, assinale a opção correta.
 
a) No segundo parágrafo, o emprego de ponto e vírgula justifica-se por marcar a intercalação das orações que descrevem cada mito. 

b) As vírgulas que isolam o trecho “com seu universo miscigenado” (l.6) poderiam ser substituídas por travessões, sem prejuízo para a correção gramatical do período e para o sentido do texto.

c) Na linha 13, o deslocamento do advérbio “intrinsecamente” para imediatamente após “analisarmos” exigiria que esse advérbio fosse pontuado entre vírgulas, para que se mantivessem o sentido e a correção gramatical do texto.

d) A vírgula imediatamente anterior a “por mais que avanços” (l.21), apesar de ser de uso facultativo, contribui para a concatenação das ideias do período em que ocorre.

e) No segundo e no quarto parágrafos, o emprego de aspas em algumas expressões sugere que o autor ratifica o sentido usual dessas expressões em contextos semelhantes àqueles em que estão empregadas no texto.




25) CESPE - 2011 - EBC

Imagem 003.jpg

Na linha 11, a vírgula que antecede “observou” poderia ser substituída por travessão, sem prejuízo para o sentido original e para a correção gramatical do texto.

Certo      Errado




26) CESPE - 2011 - BRB

Imagem 001.jpg

Na linha 9, para dar mais destaque ao complemento da forma verbal “ganharam”, duas vírgulas poderiam ser inseridas no período: uma antes e outra depois da expressão “voz e importância”.

Certo      Errado




27) CESPE - 2008 - MPE-RR

Imagem 002.jpg

A vírgula logo após “investidores” (L.15) é utilizada para separar orações coordenadas.

Certo      Errado




28) CESPE - 2010 - ANEEL

Os itens a seguir apresentam trechos, sucessivos e adaptados, de um texto publicado no jornal O Estado de S.Paulo em 30/3/2010.
Julgue-os com relação à correção gramatical.

A indústria siderúrgica, grande fornecedora das montadoras faz projeções otimistas. No ano passado, as vendas internas das siderúrgicas nacionais, encolheram 25%.

Certo      Errado




29) CESPE - 2007 - TRE-AP

Em cada opção a seguir, é apresentado um trecho adaptado do quinto parágrafo do texto apresentado. Assinale a opção em que a pontuação está incorreta.

a) Em quatro anos foram investidos mais de dois bilhões de reais em benefício da qualidade dos assentamentos.

b) Os recursos foram aplicados, entre outros benefícios, na construção de estradas, na educação e na oferta de luz elétrica.

c) O governo, também construiu, ou apenas reformou vários quilômetros de estradas e pontes, em benefício dos milhares de assentados.

d) Além disso, em 2006, o número de famílias beneficiadas com assistência técnica ultrapassou 555 mil.

e) Em síntese, os cuidados governamentais para com os assentados, nos últimos quatro anos, foram de variada ordem: infra-estrutura, saúde, educação e segurança.




 30) CESPE - 2007 - TCU

Imagem 001.jpg

Na linha 7, preservam-se a correção gramatical e a coerência textual ao se retirarem os sinais de travessão, inserindo-se uma vírgula logo após “mundo”.

Certo      Errado




 31) CESPE - 2011 - Correios

Imagem 053.jpg
Com relação a aspectos linguísticos do texto, assinale a opção correta.

a) A oração “que controla os níveis do neurotransmissor nas células do cérebro” (l.9-10) pode ser reescrita, com correção gramatical e sem prejuízo para o sentido do texto, da seguinte forma: onde se retém os patamares neurotransmissores das células cerebrais.

b) Os parênteses que delimitam a expressão “como imagens de chocolates” (l.11-12) podem ser substituídos, sem prejuízo à correção do texto, por travessões.

c) A substituição de “embora” (l.14) por ou não prejudicaria a correção nem o sentido do texto.

d) Na linha 17, após o vocábulo “outras”, está subentendida a palavra “terapeutas”.

e) O emprego de vírgula logo após o termo “Normalmente” (l.1) prejudicaria a correção gramatical, mas não alteraria o sentido do texto.





32) CESPE - 2010 - TRE-BA


Imagem 001.jpg


A supressão da vírgula que sucede a palavra “ordem” (L.15) não acarreta prejuízo à correção gramatical do período em questão.

Certo      Errado




33) CESPE - 2011 - Correios
Assinale a opção em que o texto de placa que alerta para a presença de cão raivoso está corretamente pontuado.

a) Cão raivoso?
Cuidado?


b) Cuidado:
Cão raivoso !


c) Cão raivoso?
Cuidado!


d) Cuidado?
Cão raivoso!


e) Cuidado:
Cão raivoso?





34) CESPE - 2009 - TRE-GO

Imagem 002.jpg


Assinale a proposta de alteração dos sinais de pontuação que preserva a coerência e a correção gramatical de trecho do texto.

a) Substituir o sinal de dois-pontos depois de “igualdade” (L.1) pelo sinal de ponto-e-vírgula.

b) Inserir uma vírgula depois de “monarcas” (L.6).

c) Substituir o ponto depois de “servos” (L.10) por vírgula, escrevendo-se “Finalmente” com inicial minúscula.

d) Retirar a vírgula depois de “igualdade” (L.11).




35) CESPE - 2011 - TJ-ES

Imagem 012.jpg


No trecho “a morte, da nossa” (L.11), a vírgula foi empregada para indicar a omissão do vocábulo “vontade”.

Certo      Errado




36) CESPE - 2009 - Instituto Rio Branco

Imagem 003.jpg


No que se refere ao uso das estruturas linguísticas na organização das ideias no texto acima, julgue os itens subsequentes.

O uso de duas vírgulas demarcando o adjetivo “novas” (L.16), gramaticalmente opcional, sugere ênfase à qualidade da ideia expressa em importantes exigências.

Certo      Errado






GABARITO

1) ERRADO
O emprego da vírgula não é facultativo, pois se trata de uma oração subordinada adverbial conformativa anteposta à oração principal, ou seja, deve ser separada por vírgula.


2)CERTO
A troca é de um aposto explicativo por uma conjunção explicativa, sem gerar problemas de coerência.


3) ERRADO
Haveria mudança no sentido original do texto.

1. O Brasil é signatário de pelo menos quatro convenções internacionais que tratam do combate à corrupção.
2. O Brasil é signatário de pelo menos quatro convenções internacionais, que tratam do combate à corrupção.

No caso 1, há uma oração subordinada adjetiva restritiva restringindo as convenções internacionais que o Brasil é signatário.

No caso 2, passaria a ser uma oração subordinada adjetiva explicativa que seria aplicada a todas as convenções internacionais.


4) ERRADA.
A vírgula é necessária, pois isola uma expressão explicativa.


5) CERTO
A expressão “Três séculos depois do descobrimento” é uma oração subordinada adverbial temporal. Sempre que estas estiverem deslocadas de sua posição natural ao fim da frase, devem ser isoladas por vírgula(s).


6) CERTO
A oração, com os dois pontos, estabelece  uma relação explicativa, o que é perfeitamente aceitável no uso de dois pontos. Vale ressaltar que na proposta da questão, após o dois pontos é utilizado corretamente letra minúscula.


7) ERRADO
Não se trata de 'vocativo', mas de APOSTO.

Vocativo: é a palavra, termo, expressão utilizada pelo falante para se dirigir ao interlocutor por meio do próprio nome, de um substantivo, adjetivo (característica) ou apelido.


8) CERTO
Usa-se a vírgula para separar as orações reduzidas de infinitivo, de gerúndio e de particípio, quando equivalentes a orações adverbiais.


9) ERRADO
A mudança de lugar de adjuntos adverbiais pode alterar o sentido. Vamos à análise.

Texto original:
A expansão da telefonia celular, impulsionada pela privatização do sistema TELEBRAS, em 1998, está entre as maiores conquistas da economia brasileira nas últimas duas décadas.

O entendimento aqui é que a privatização do sistema TELEBRAS ocorreu em 1998.

Texto modificado:
Em 1998, a expansão da telefonia celular, impulsionada pela privatização do sistema TELEBRAS está entre as maiores conquistas da economia brasileira nas últimas duas décadas.

Agora o entendimento é que a expansão ocorreu em 1998.


10) ERRADO
GRAMATICALMENTE não haveria prejuízo algum ao texto, pois haveria apenas a troca da classificação da oração: de EXPLICATIVA (com vírgulas) passaria a ser RESTRITIVA (sem vírgulas). Contudo, se a questão perguntasse SEMANTICAMENTE, poderíamos dizer que a retirada das vírgulas alteraria e prejudicaria o sentido do texto.


11) ERRADO
A forma correta de realçar a função do advérbio seria inserir uma vírgula antes e outra depois de “apenas”, pois se encontra no meio da oração. Portanto, inserir apenas uma das vírgulas acarreta erro de pontuação.


12) ERRADO
A oração “que pôs a Europa em estado de emergência médica”, tem caráter restritivo. O Pronome relativo "que" introduz, nesse trecho, uma Oração Subordinada Adjetiva Restritiva. Caso, sejam colocadas vírgulas, passaria a caracterizar-se Oração Subordinada Adjetiva Explicativa.


13) CERTO
Ponto e vírgulas: seu emprego depende do contexto. Neste caso, foi usado para evitar a abundância da vírgula, separando orações de mesma natureza sintática que contém vírgulas.


14) ERRADO
Com a modificação proposta, o texto permanece inalterado semanticamente e gramaticalmente. O uso dos dois pontos irá demarcar uma citação, tornando desnecessário o uso do verbo dizer para demarcar a oralidade. A inicial maiúscula logo após os dois pontos, como sugerido, se justifica porque introduz um discurso direto.


15) CERTO


16) CERTO
1ª ORAÇÃO - "as cooperativas foram ampliadas de 2,6 mil para 6,4 mil,"

2ª ORAÇÃO - "e o número de cooperados aumentou de 1,5 milhão para 5,1 milhões."

Usa-se vírgula para separar orações coordenadas aditivas ligadas pela conjunção 'e' quando os seus sujeitos são diferentes.


17) ERRADO
A presença da vírgula é necessária e obrigatória por causa da anteposição da Oração Subordinada Adverbial Causal: "se nossas empresas não estão preparadas para a competição global” em relação à Oração Principal.


18) ERRADO
Em nenhum dos 2 casos as aspas têm função de realce.

Em "um maneirista da própria sombra", as aspas são empregados por se tratar de uma citação da crítica escrita por Eusébio de Mattos.

Em "chegou lá", as aspas são empregadas por se tratar de uma expressão idiomática (geralmente associadas às gírias, aos jargões e aos regionalismos).


19) CERTO
A banca não questiona se o uso de reticências altera o sentido ou qualquer outra coisa, pergunta APENAS se ponto final pode ser trocado por reticências.

Reticências — Podem marcar uma interrupção de pensamento, indicando que o sentido da oração ficou incompleto, ou uma introdução de suspense, depois da qual o sentido será completado.


20) ERRADO
A oração que se segue após o ponto final não apresenta dependência sintática ou semântica em relação à oração anterior.


21) ERRADO
Só se utiliza vírgula depois de "mas" para intercalar um termo deslocado ou interferente na oração.


22) CERTO
Os travessões utilizados na proposição acima servem para isolar o APOSTO (termo de caráter nominal que se junta a um substantivo, a um pronome, ou a um equivalente destes, a título de explicação ou de esclarecimento).


23) CERTO
Os adjuntos adverbiais estarão deslocados quando estiverem no início ou no meio do período. Em alguns casos, a vírgula não será obrigatória, pois, às vezes, ela tira a linearidade, eliminando, assim, a clareza da frase.


24) d)
a) O objetivo do ponto-e-vírgula no parágrafo é de continuar a enumeração-explicativa. As vírgulas presentes é que fazem o papel de explicar cada mito, intercalando as orações descritivas.

b) As vírgulas que estão separando o trecho "com seu universo miscigenado" NÃO poderiam ser substituídas por travessões. Se substituíssemos ambas, acabaríamos por dar um sentido incorreto ao trecho: de que a "cultura brasileira" é que seria "tão criticada por perspectivas eugenistas". A primeira vírgula poderia ser substituída por travessão, se a segunda permanecesse e a 3ª (lá depois de século XX) passasse a ser um travessão também. "com seu universo miscigenado" completa o sentido de "cultura brasileira": podemos ou não separá-lo por vírgula. Todavia, como temos um outro termo interferente completando o sentido de "universo miscingeado" - "tão criticado por perspectivas eugenistas do início do século XX". - precisamos separá-los uns dos outros, para que mantenhamos o sentido dos dois termos e da ideia central do período.

c) Advérbios e locuções adverbiais => as vírgulas são SEMPRE facultativas. A mudança aí também mudaria o sentido do trecho.

d) CERTO. A vírgula é, de fato, facultativa, pois se trata de uma conjunção concessiva. As vírgulas só se tornam obrigatórias ANTES das conjunções nestes casos:  I - antes de conjunções explicativas, conclusivas ou adversativas (disjunções); II - se a conjunção estiver deslocada para o meio da segunda oração, necessitando, nesse caso, de uma vírgula após, para isolá-lo da oração "Ela chegou atrasada, perdeu, portanto, a moral com o chefe."

OBS: No caso da questão, não se trata de uma conjunção explicativa, mas concessiva. A vírgula é, portanto, facultativa. Se fosse explicativa, seria obrigatória: "Não vou morar mais em casas, pois está ficando muito perigoso com o aumento da criminalidade."

e) A ideia é justamente a oposta: atribuir um sentido diferente do usual.


25) CERTO
Neste caso específico, o uso do travessão se justifica por colocar em evidência frase, expressão ou palavra.
 
26) ERRADO
O verbo ganhar é VTD e pede OD. No caso, o OD é "voz e importância". O complemento não deve ser separado do verbo por vírgulas, pois se perde o sentido.


27) CERTO
A  vírgula foi usada para separar uma ORAÇAO COORDENADA SINDÉTICA (com conjunção) ADVERSATIVA (caracterizada por MAS).


28) ERRADO
A indústria siderúrgica, grande fornecedora das montadoras, faz projeções otimistas. (uma vírgula separa, duas intercalam)

No ano passado, as vendas internas das siderúrgicas nacionais (sem vírgula) encolheram 25%. (não se separa sujeito e predicado)


29) c)
Não se separa sujeito do verbo.


30) CERTO
Sem as alterações, os travessões isolam aposto explicativo e a vírgula separa termos, porém, quando suprimidos os travessões e acrescentada uma vírgula, a segunda vírgula acumula a função que até então era exercida pelo travessão.


31) b)
a) Ocorre alteração semântica;

b) travessão - serve para indicar mudança de interlocutor e para isolar palavras, frases ou expressões parentéticas (como entre parênteses).

c) embora:  Indica concessão, ou ausência de condição ou = alternância.

d) Na linha 17, após o vocábulo “outras”, está subentendida a palavra “pessoas”.

e) Normalmente = Adjunto adverbial deslocado

Normalmente ( De modo normal; segundo as normas; segundo o uso) as pessoas se mostram divididas - Normalmente, as pessoas se mostram divididas - não houve alteração gramatical.


32) ERRADO
Houve uma inversão entre a oração subordinada adverbial condicional (iniciada com conjunções como 'se, caso, salvo se, etc.) e sua oração principal. Em tal situação a vírgula é obrigatória


33) b)
Dois pontos (:) — Marcam uma pausa para anunciar uma citação, uma fala, uma enumeração, um esclarecimento ou uma síntese.

Ponto de exclamação (!) — Usa-se no final de qualquer frase que exprime sentimentos, emoções, dor, ironia, surpresa e estados de espírito.


34)a)
a) Ponto e vírgula e os dois pontos são usados para se dar uma pausa maior e em seguida vem uma determinada explicação.

b) A frase passaria a ser restritiva (NÃO preservaria a coerência do texto, mudaria o sentido - gramaticalmente estaria correta)

Lembrando: Orações subordinadas adjetivas restritivas são aquelas que delimitam, em um universo de seres, os que possuem determinadas características.

c) "e levavam o mesmo tempo para se deslocarem de um lugar a 10 outro, por mais que o fizessem sobre o ombro dos servos, finalmente, a imposição da igualdade, em um tempo de graves problemas ecológicos, elimina a liberdade de escolha que o mercado oferece e limita os sonhos de riqueza, mesmo que em nome do fim da pobreza."

O ponto final está sendo usado para indicar o final de um período, marcando uma pausa absoluta, não comportaria, portanto a vírgula. Prejudica a clareza, a coerência...

d) Finalmente, a imposição da igualdade, em um tempo de graves problemas ecológicos, elimina a liberdade de escolha 13 que o mercado oferece e limita os sonhos de riqueza, mesmo que em nome do fim da pobreza.

Incoerente -> a igualdade está sendo aplicada ao tempo.


35) ERRADO
A vírgula indica a omissão de "depende".


36) CERTO
O uso na vírgula demarcando "novas" tem o papel de reiterar, reforçar a informação destacada.