Análise Sintática: Exercícios Resolvidos



1) FCC
“Ninguém na família tocava qualquer instrumento. “

O elemento em destaque acima exerce a mesma função sintática que o elemento grifado em:

 a) Mas sei que veio firme...
 b) Eu não sei. 
 c) ...o desenvolvimento musical torna-se necessário.
 d) ... sanfoneiros itinerantes que passavam por Itabaiana... 
 e) Eu digo isso porque eu também...




2) FCC
“O livro foi oferecido a todos os editores nacionais, de todos recebeu um não seco ...“
O segmento em destaque na frase acima exerce a mesma função sintática que o elemento grifado em:

 a) ... o que consolidou sem dúvida a posição do estreante ... 
 b) ... quando não me deram o calado como resposta.
 c) Seu primeiro livro – Menino de engenho – é chave de uma obra ... 
 d) O escritor mesmo, certa vez, em artigo de jornal, contou alguma coisa a respeito do livro de estreia... 
 e) ... que ficará definitivamente encerrado com o aparecimento de Usina, em 1936.



3) FCC
Ambos os elementos sublinhados desempenham a função de sujeito no seguinte caso:
 a) Eles nada sabem sobre as estrelas que alguns dizem já ter visto por revelação dos deuses.
 b) É certo que ela morreráEla suspeita disso e tem medo.
 c) Como sugeriu o apóstolo Paulo, a verdade está subordinada à bondade.
 d) E ele dirá: “Você me faz essa pergunta porque você está com medo de morrer”.
 e) Está configurada uma situação éticaQue é que o médico vai dizer?



4) FCC
“a que ponto a astronomia facilitou a obra das outras ciências...“

O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está empregado em: 
 a) ... astros que ficam tão distantes ...
 b) ... que a astronomia é uma das ciências ...
 c) ... que nos proporcionou um espírito ...
 d) ... cuja importância ninguém ignora ...
 e) ... onde seu corpo não passa de um ponto obscuro ...



5) FCC
“Donos de uma capacidade de orientação nas brenhas selvagens [...], sabiam os paulistas como... “

O segmento em destaque na frase acima exerce a mesma função sintática que o elemento grifado em:
 a) Nas expedições breves serviam de balizas ou mostradores para a volta.
 b) Às estreitas veredas e atalhos [...], nada acrescentariam aqueles de considerável...
 c) Só a um olhar muito exercitado seria perceptível o sinal.
 d) Uma sequência de tais galhos, em qualquer floresta, podia significar uma pista.
 e) Alguns mapas e textos do século XVII apresentam-nos a vila de São Paulo como centro...



6) FCC
“... constava simplesmente de uma vareta quebrada em partes desiguais... “

O verbo que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está empregado em:
 a) Em campos extensos, chegavam em alguns casos a extremos de sutileza.
 b) ... eram comumente assinalados a golpes de machado nos troncos mais robustos.
 c) Os toscos desenhos e os nomes estropiados desorientam, não raro, quem...
 d) Koch-Grünberg viu uma dessas marcas de caminho na serra de Tunuí...
 e) ... em que tão bem se revelam suas afinidades com o gentio, mestre e colaborador...



7) FCC
“... 43,9% do território amazônico está protegido. “

O elemento em destaque exerce na frase acima a mesma função sintática que o segmento grifado exerce em:
 a) ... Amapá, Roraima, Pará e Amazonas possuem mais da metade de seu território nessa categoria
 b) E, de fato, a taxa de desmate de 1998 a 2009 é a menor nas terras indígenas... 
 c) Terras indígenas e unidades de conservação contribuem de modo quase parelho para o número total de áreas protegidas na Amazônia. 
 d) ... nas quais é possível a extração controlada de madeira, por exemplo... 
 e) Quase metade da Amazônia brasileira pertence hoje à categoria de área protegida por lei contra a devastação... 



8) FCC
“Não há dúvida de que leitores, ouvintes e espectadores seguem suas preferências ao fazer uso dos meios de comunicação: querem se divertir ou se distrair, querem se informar ou tomar parte em debates públicos.”

Considerando o trecho acima, é INCORRETO afirmar: 
 a) A oração principal do período é Não há dúvida.
 b) A oração subordinada de que leitores, ouvintes e espectadores seguem suas preferências tem função sintática de objeto indireto.
 c) As orações que se seguem aos dois-pontos constituem um conjunto de quatro orações coordenadas, formando dois grupos de orações de sentido alternativo.
 d) A oração ao fazer uso dos meios de comunicação denota noção de tempo, sendo equivalente a quando fazem uso.
 e) O sujeito de querem – verbo repetido nas orações após os dois-pontos – está anteriormente expresso numa das orações subordinadas do período.



9) FCC
Graças aos avanços na medicina e na agricultura, as previsões funestas de Malthus não se confirmaram ... “

O segmento grifado exprime, em relação à afirmativa seguinte, noção de
 a) condição.
 b) tempo.
 c) proporção.
 d) causa.
 e) finalidade.



10) FCC
Nascidas do povo mais humilde do Brasil, as Escolas afirmam a vocação dos brasileiros, de todos os brasileiros, para a grandeza. “

A oração grifada acima tem sentido ...... e, ao reescrevê-la com o emprego da conjunção adequada, a oração resultante deverá iniciar-se por ...... .

As lacunas estarão corretamente preenchidas, respectivamente, por:
 a) final - Para que tivessem nascido
 b) temporal - Enquanto tinham nascido
 c) concessivo - Ainda que tenham nascido
 d) consecutivo - Desde que tenham nascido
 e) condicional - Caso tenham nascido


GABARITO

1) e)
Ninguém na família tocava qualquer instrumento.  
Tocava = VTD. Quem toca, toca algo.
tocava o que? --> qualquer instrumento = Objeto Direto

a) Mas sei que veio firme...    
Veio = VI. 
Firme = adjunto adverbial de modo. ( Veio como??)
b) Eu não sei.      
Eu = sujeito
c) ... o desenvolvimento musical torna-se necessário.   
Aqui se trata de um predicado nominal, pois "tornar-se" é verbo de ligação que expressa um estado mutatório. “Necessário” é o núcleo do predicado nominal, predicativo do sujeito.
d) ... sanfoneiros itinerantes que passavam por Itabaiana...  
O "que" é um pronome relativo e substitui " sanfoneiros itinerantes". Portanto, tem função de sujeito. 
e) Eu digo isso porque eu também...  
 Digo= VTD (Quem diz, diz algo.) --> Digo isso. 
Isso = OBJETO DIRETO.



2) b)
Passando o período para a ordem direta, temos:
“recebeu um não seco de todos...”

A forma verbal do período é "recebeu", que nesta situação é Verbo Transitivo Direto e Indireto (quem recebe, recebe algo de alguém).
Objeto Direto: um não seco
Objeto Indireto: de todos

Na opção b):
quando não me deram o calado como resposta.
pode ser reescrita como:
quando não deram o calado como resposta a mim.

A forma verbal "deram" é Verbo Transitivo Direto e Indireto (quem dá, dá algo a alguém).
Objeto Direto: o calado como resposta
Objeto Indireto: me (a mim)



3) b)
“que ela morrerá”  é uma oração subordinada substantiva subjetiva, que tem a função, no período composto, de sujeito da oração principal. “Ela” também tem a função de sujeito na oração seguinte. 


4) d)
O verbo facilitar pode ser transitivo direto (quem facilita, facilita algo) ou transitivo direto e indireto (quem facilita, facilita algo a alguém). No contexto, é apenas transitivo direto.

Os verbos “ficar” e “ser” das letras A e B são verbos de ligação. Na letra E, o verbo “passar”, no contexto em que está inserido, também é verbo de ligação. Na letra C, “proporcionar” é verbo transitivo direto e indireto. Por fim, o verbo “ignorar” na letra D, da mesma forma que “facilitar”, é verbo transitivo direto.



5) d)
“os paulistas” exerce a função de sujeito. Analisando cada opção, temos:
a) adverbio de lugar
b) objeto direto
c) predicativo do sujeito
d) sujeito simples
e) objeto direto


6) a)
Verbo "constar" no sentido de "ser composto ou formado por" é transitivo indireto, exige objeto indireto. Da mesma forma, na opção A, o verbo "chegar", nesse contexto, é VTI (chegar a algo).




7) b)
Sujeito: 43,9% do território amazônico 
Verbo de ligação: está
Predicativo do sujeito: protegido

A) Sendo o verbo “possuir” transitivo direto, o termo grifado constitui objeto direto.

B) O elemento grifado é predicativo do sujeito, já que o verbo “ser” é de ligação.

C) O termo grifado representa uma locução adverbial modal.

D) Colocando a frase na ordem direta, verifica-se que o termo em destaque é sujeito da oração (A extração controlada de madeira é possível).

E) No termo em destaque, a palavra hoje é adjunto adverbial de tempo e o restante do elemento constitui objeto indireto do verbo pertencer, já que quem pertence, pertence a alguma coisa.



8) b)
Oração principal: Não há dúvida... (dúvida de que?)
Oração subordinada substantiva completiva nominal: de que leitores, ouvintes e espectadores seguem suas preferências ao fazer uso dos meios de comunicação. 



9) d)
"as previsões funestas de Malthus não se confirmaram" devido a quê? por qual motivo, qual a causa? Devido "aos avanços na medicina e na agricultura", ou seja, a parte grifada é a causa das previsões não se confirmarem.



10) c)
O sentido é concessivo, pois indica uma oposição, um óbice, um empecilho, etc. Pode-se incluir no início do período a conjunção “embora”, denotadora de expressões concessivas:
“EMBORA nascidas do povo mais humilde do Brasil, as Escolas afirmam a vocação dos brasileiros, de todos os brasileiros, para a grandeza. “






11) FCC
“Devemos até comprar um chapéu especialmente para deixá-lo. Assim dirão: -Ele foi tomar um café.”

Mantendo-se a correção e o sentido original, as frases acima estão reunidas num único período em:
 a) Devemos até comprar um chapéu especialmente para deixá-lo e ainda assim dirão...
 b) Devemos até comprar um chapéu especialmente para deixá-lo, pois assim dirão...
 c) Devemos até comprar um chapéu especialmente para deixá-lo, conquanto assim dirão...
 d) Devemos até comprar um chapéu especialmente para deixá-lo: porquanto assim dirão...
 e) Devemos até comprar um chapéu especialmente para deixá-lo, por que assim dirão...



12) FCC
“Este conceito é relativo, pois em arte não há originalidade absoluta. “

“... a sua contribuição maior foi a liberdade de criação e expressão. “

Ambos os elementos acima grifados exercem nas respectivas frases a função de
 a) adjunto adverbial.
 b) objeto direto.
 c) complemento nominal.
 d) predicativo.
 e) objeto indireto.



13) FCC
A oração sublinhada exerce a função de sujeito dentro do seguinte período: 
 a) Montesquieu preferiu guiar-se pelos valores civis, em vez de se deixar levar pelo finalismo religioso.
 b) A um espírito sensível e religioso não convém ler um filósofo como Montesquieu buscando apoio espiritual.
 c) Um estudo sério da história das ciências jurídicas não pode prescindir dos métodos de que se vale Montesquieu em “O espírito das leis”.
 d) As ciências humanas deveriam libertar-se da religião, assim como ocorreu com as ciências naturais.
 e) O método de Montesquieu valorizou as instituições humanas e solapou o finalismo teológico e moral.



14) FCC
O termo sublinhado em:
“Sabe-se quão barbaramente os ingleses subjugaram os hindus.”
exerce a função de ......, a mesma função sintática que é exercida por ...... na frase:
“Cometeram-se incontáveis violências contra os hindus.”

Preenchem corretamente as lacunas do enunciado acima, respectivamente:
 a) objeto direto – os hindus
 b) sujeito – os hindus
 c) sujeito – violências
 d) agente da passiva – os hindus
 e) agente da passiva – violências



15) FCC
Expressa uma finalidade a oração subordinada adverbial sublinhado em:
 a) (...) a religião toma para si a tarefa de orientar a conduta humana.
 b) (...) o sujeito pode tirar proveito pessoal de uma regra por tê-la infringido.
 c) (...) o ponto de partida para a boa conduta é o reconhecimento daquilo que não pode ser permitido.
 d) (...) as regras de convívio existem para dar base e estabilidade às relações entre os homens.
 e) (...) o ideal da civilização é permitir que todos os indivíduos vivam sob os mesmos princípios éticos acordados.



16) FCC
“Mas o sistema, por muito tempo restrito apenas à tela grande, estendeu-se progressivamente, com o desenvolvimento das indústrias culturais, a outros domínios, ligados primeiro aos setores do espetáculo, da televisão, do show business.”

Na frase acima, o segmento destacado equivale a:
 a) por conta de ter ficado muito tempo restrito.
 b) ainda que tenha ficado muito tempo restrito.
 c) em vez de ter ficado muito tempo restrito.
 d) ficando há muito tempo restrito.
 e) conforme tendo ficado muito tempo restrito.



17) FCC
“Destes proviriam as pistas que indicariam o caminho ... “

O verbo empregado no texto que exige o mesmo tipo de complemento que o grifado acima está também grifado em:
 a) ... a principal tarefa do historiador consistia em estudar possibilidades de mudança social.
 b) Os caminhos institucionalizados escondiam os figurantes mudos e sua fala.
 c) Enfatizava o provisório, a diversidade, a fim de documentar novos sujeitos ...
 d) ... sociabilidades, experiências de vida, que por sua vez traduzissem necessidades sociais.
 e) Era engajado o seu modo de escrever história.



18) FCC
Das expressões em destaque, SOMENTE uma exerce a função de complemento.
 a) ...caso de assassinato que o havia atormentado ...
 b) ...20 anos após o crime, o julgamento ...
 c) Foi assim que o Departamento de Justiça Criminal ...
 d) ...esperança de ver os assassinos de... 
 e) ...comprometimento em prender os homens...



19) FCC
Está correta a indicação, entre parênteses, da função exercida pelo elemento sublinhado em:
 a) é um exemplo corriqueiro do poder das palavras (qualificativo de corriqueiro).
 b) Graciliano Ramos, no romance Vidas secas, tratou a fundo dessa questão (aposto de Graciliano Ramos).
 c) O narrador desse romance é um escritor ultraconsciente de seu ofício (complemento de ultraconsciente).
 d) um falante carrega consigo o prestígio ou a humilhação (sujeito composto).
 e) mas também o acesso à sua mais alta representação (locução concessiva, equivalente a ainda assim).



20) FCC
I. Perdeu-se a fórmula da receita do sucesso.
II. Não se repetiu o sucesso.
III. É verdade.

As orações acima estão corretamente organizadas em um só período, composto por subordinação, em:
 a) A fórmula da receita do sucesso perdeu-se e ele não se repetiu, onde isso é verdade.
 b) É verdade que não se repetiu o sucesso cuja a fórmula da receita se perdeu.
 c) O sucesso, perdeu-se a fórmula, e é verdade que ele não se repetiu.
 d) É verdade que não se repetiu o sucesso, de cuja receita se perdeu a fórmula.
 e) A receita, a fórmula do sucesso se perdeu e, é verdade, não se repetiu.



21) FCC
São exemplos de uma mesma função sintática os elementos sublinhados em:
 a) A biologia estuda todos os seres vivos e não explica a origem mesma da vida (...)
 b) Ainda outro dia manifestava eu a convicção de que Beethoven é infinitamente superior a uma tartaruga (...)
 c) Ao fim da discussão, parecíamos empatados (...)
 d) Para não perder em definitivo a autoridade, sugeri ainda que o vinho que eu lhe oferecera (...)
 e) O vinho (...) propiciava um deleite físico e espiritual de que seria incapaz uma borboleta.



22) FCC
“O velho gaúcho foi ajudar, no posto mais próximo do hotel em que se hospedara, o serviço de assistência aos desabrigados pelo temporal.”


A função sintática do termo grifado acima é a mesma do termo, também grifado, da frase:
 a) ... quando um mais afobado desanda a correr pelo pátio ...
 b) Como tem prática de campo e prática de cidade ... de repressão a contrabando ...
 c) ... propõe, de saída, a divisão dos serviços em setores bem caracterizados ...
 d) ... mas tudo se resolve com bom humor.
 e) Nomeia o rapazinho seu ajudante-de-ordens ...





11) b)
A conjunção "pois" da letra B é  explicativa, pois tal conjunção só é conclusiva se estiver deslocada, no meio ou no final da oração subordinada. O erro na letra D é o uso repetido de dois pontos. Na letra E, a conjunção “porque” não deveria estar separada. Na letra A o sentido é aditivo e na letra C é concessivo.


12) d)
Sujeito: Este conceito
Verbo de ligação: é
Predicativo do sujeito: relativo

Sujeito: ...a sua contribuição maior
Verbo de ligação: foi 
Predicativo do sujeito: a liberdade de criação e expressão.  


13) b)
Sujeito oracional pode ser substituído por ISTO. Colocando na ordem direta:
ISTO (ler um filósofo como Montesquieu) não convém a um espírito sensível e religioso buscando apoio espiritual.


14) c)
Quem subjugou os hindus? Os ingleses - Sujeito

Cometeram-se incontáveis violências (Sujeito paciente) contra os hindus.  (voz passiva sintética)
Na voz passiva analítica: Incontáveis violências foram cometidas contra os hindus


15) d)
As regras de convívio existem - com a finalidade de - para dar base e estabilidade às relações entre os homens.


16) b)
“por muito tempo restrito apenas à tela grande”

Oração Subordinada Adverbial Concessiva, pode-se incluir as conjunções concessivas: embora, ainda que, por (mais, menos, melhor, pior, maior, menor) que,  nem que, sem que.


17) a)
O verbo grifado é, nesse contexto, transitivo indireto, pois pede preposição (provê de...)
A dificuldade da questão está na forma em que a frase foi escrita (o sujeito veio depois do verbo). Colocando na ordem direta:

As pistas que indicariam o caminho proviriam destes (de estes).

A única opção que apresenta um verbo transitivo indireto é a opção A (o verbo consistir é transitivo indireto e exige a preposição  "em" ).


18) a)

a) ...caso de assassinato que o havia atormentado ...
Este "o" é um pronome que funciona como complemento da locução verbal “havia atormentado”. É um objeto direto.

Para facilitar o entendimento, a oração poderia ser reescrita assim: “caso de assassinato que  havia atormentado ele.”

Nas demais alternativas o "o" é artigo definido.


19) c)
A) “do poder” qualifica exemplo. A frase pode ser entendida removendo corriqueira: é um exemplo do poder das palavras.

B) Não é aposto, tendo em vista que se refere a uma expressão adverbial deslocada. Para ser aposto precisa retomar termo dito anteriormente. A frase na ordem direta fica: Graciliano Ramos tratou a fundo dessa questão no romance Vidas Secas.

C) O termo “de seu ofício” é complemento nominal de ultraconsciente

D) Não há sujeito composto. O sujeito é um falante

E) expressa ideia de adição e não de expressão conjuntiva adversativa.


20) d)
É verdade (Verbo de Ligação + Predicativo do Sujeito)
que não se repetiu o sucesso (Oração Subordinada Substantiva Subjetiva)
de cuja receita se perdeu a fórmula (Oração Subordinada Adjetiva)

Na letra "B", temos um erro ao incluir um artigo após o pronome relativo "cuja".


21) d)

a) A biologia estuda todos os seres vivos. (Sujeito)
não explica a origem mesma da vida.  (Objeto direto)

b) Ainda outro dia eu manifestava a convicção  (Objeto direto)
de que Beethoven é infinitamente superior a uma tartaruga (adjunto adverbial)

 c) Ao fim da discussão (Adjunto adverbial)
 parecíamos empatados (predicativo do sujeito)

 d) Para não perder em definitivo a autoridade (Objeto direto)
sugeri ainda que o vinho que eu lhe oferecera (Objeto direto, o “que” está no lugar de “vinho”)

 e) O vinho (...) propiciava um deleite físico e espiritual (Objeto direto)
de que seria incapaz uma borboleta (sujeito)


22) b)
assistência aos desabrigados 

assistência => substantivo abstrato
aos desabrigados=> termo preposicionado

Quando a ideia for passiva será Complemento Nominal.
Se a ideia for ativa será Adjunto Adnominal.

Os desabrigados assistem ou são assistidos?
São assistidos. Sofrem ação. Complemento Nominal.

a) Adjunto adverbial de lugar
b)  repressão => substantivo abstrato
a contrabando => termo preposicionado

o contrabando reprime ou é reprimido?
é reprimido, sofre a ação => complemento nominal

c) Adjunto adverbial de modo


d) Adjunto adverbial

e) Adjunto adnominal (modifica o nome rapazinho)